Andri Carvão

Escritor Andri Carvão.

Biografia Resumida

Andri Carvão cursou artes plásticas na Escola de Arte Fego Camargo em Taubaté, na Fundação das Artes de São Caetano do Sul e na EPA – Escola Panamericana de Arte [SP].

Graduando em Letras pela Universidade de São Paulo, há textos do autor nas publicações: Labirinto Literário, Libertinagem, Gueto, Aluvião, Originais Reprovados, Subversa, Ruído Manifesto, Literatura e Fechadura, O RelevO; foi colunista do site Educa2 e participou das antologias: Gengibre – Diálogos para o Coração das Putas e dos Homens Mortos, Embaçadíssima – Antologia Tirada de uma Notícia de Jornal [ambas pela Editora Appaloosa], 7 Dias Cortando as Pontas dos Dedos [um manifesto contra o fascismo], organizada por Rojefferson de Moraes e do livro homenagem a Rubens Jardim [editora Patuá].

Publicou Polifemo em Lilipute e outros contos [também pela Appaloosa], O Poeta e a Cidade [Edição Gueto #9], Puizya Pop & Outros Bagaços no Abismo, organizou o livro coletivo Marielle’s [ambos pela Scenarium], Um Sol Para Cada Montanha [Chiado Books] e Poemas do Golpe [editora Patuá]. Integra o Coletivo de Literatura Glauco Mattoso, criado pelo profº Antonio Vicente Seraphim Pietroforte.

Facebook: Andri Carvão

Página no Facebook: Persona Poética

Instagram: Andri Carvão

Email: [email protected]


Capa do livro Um Sol Para Cada Montanha - Andri Carvão

Um Sol para cada Montanha

Descrição

Um Sol Para Cada Montanha é uma seleção dos primeiros 20 anos da minha produção poética. O livro é dividido em três partes temáticas:

  • Um sol para cada montanha – poemas de introspecção;
  • Ócios do orifício – poesia visual ou poemas concretos;
  • Espírito periférico – poesia de crítica social.

O livro abarca os mais de 400 poemas gestados durante a minha adolescência e juventude. Ao me debruçar sobre essa produção, percebi a frequência das três vias temáticas. A princípio era uma trilogia poética. Mas devido à dificuldade em se lançar um livro deste gênero (poesia) no Brasil, enxuguei ao máximo esta seleção de maneira a compor apenas um livro com a tal divisão tripartite de poemas de formação, relacionados a essa fase específica da minha vida.
Os poemas de Um Sol Para Cada Montanha tratam sobre essa fase tão conturbada por natureza que é a adolescência e que compreende os anos de formação do indivíduo – e do poeta. Escrito entre 1993 e 2013, ou seja, dos 15 aos 35 anos, só foi publicado em novembro de 2018.”

Adquirir livro
Compre direto na Editora Chiado

Videopoema

Videopoema produzido pela Cine Book Produções


Capa do livro Poemas do Golpe - Andri Carvão

Poemas do Golpe

Descrição

“Poemas do Golpe é um livro de onde as imagens saltam das páginas junto com cada texto e nos inundam a imaginação. As imagens se atiram do livro pra nos atingir como uma arma, uma metralhadora de palavras. Uma arma construtiva pra matar a opressão.”
Remisson Aniceto

“A maioria dos Poemas do Golpe foi postada nas redes sociais – Facebook & Instagram – de 2016 a 2019 e versa sobre o momento político que atravessamos no Brasil e no mundo. Alguns dos poemas foram curtidos, comentados e compartilhados ou mesmo refutados (com pontos percentuais para mais ou para menos). Como a poesia é a minha forma de expressão artística (a palavra é a minha única arma), também é o meio para me posicionar politicamente. Por isso isto não é um livro de poesia; é um libelo político. Quando a rua chama, o silêncio é conivência.”
O autor

Adquirir livro
Compre direto na Editora Patuá

Videopoema

Videopoema produzido pela Cine Book Produções

Voltar para Página de Autores

Criar Book Trailer para seu Livro

Produtor de Vídeo e Editor de Audiolivro pela Cine Book.

avatar
1000
Remisson Aniceto
Remisson Aniceto

Parabéns, Andri Carvão! Obrigado por publicar parte da minha resenha sobre o teu belíssimo livro. E parabéns, pessoal da equipe que criou os vídeos, tanto este do Poemas do Golpe quanto o do Um Sol para cada Montanha. Adorei este CINE BOOK! Abraços pra todos vocês!

Joakim Antonio
Joakim Antonio

Muito legal, Andri. Que sua escrita seja sempre reconhecida! Vale muito a pena e que se espalhe, feito voo com destino a todos que gostam de boa literatura.!

Lourença Lou
Lourença Lou

Maravilhoso, Andri. Sua poesia merece. Pelos temas, mas principalmente pelo seu estilo forte, assertivo e belo. Parabéns!